Assiduidade: saiba como exercitar em seus colaboradores

Posted by:

A assiduidade é uma característica muito buscada nos colaboradores, afinal, toda organização deseja ter um quadro de talentos comprometidos, dedicados, pontuais e com o famoso “senso de dono”.

No entanto, muitas organizações não sabem valorizar adequadamente os profissionais que se destacam por serem assíduos.

Além disso, vários líderes não sabem como resolver as situações em que o colaborador está sempre chegando atrasado, faltando sem justificativa, constantemente desmotivado e pouco participativo.

Nesse artigo, reunimos tudo o que você precisa saber para melhorar a assiduidade dos colaboradores e como evitar o absenteísmo. Confira para colocar em prática nossas dicas!

Confira também: Admissão Digital: o que é, benefícios e como realizar

O que é assiduidade?

o que é assiduidade no trabalho

Assiduidade é uma palavra que tem origem no latim e que significa consistência, constância ou frequência.

Por isso, a pessoa que é assídua, ou que possui assiduidade, é aquela que tem como comportamento no dia a dia maior demonstração de dedicação e comprometimento.

Por conta desse significado, a palavra assiduidade é bastante utilizada no âmbito profissional, pois é usada para se referir aos profissionais que são exemplos tanto em pontualidade como frequência no trabalho.

E embora seja, de certa forma, uma obrigação do funcionário ser assíduo, muitas empresas tomam a iniciativa de bonificar os colaboradores com baixo índice de faltas e atrasos com o adicional de assiduidade.

Esse adicional, que veremos a seguir como funciona, é uma gratificação que tem como objetivo aumentar ainda mais a motivação e valorização do profissional.

Mas de modo geral, podemos colocar a assiduidade como o oposto do absenteísmo, que seria a ausência física (atrasos e faltas sem justificativas) ou ausência mental do colaborador, esta última caracterizada pela falta de participação ou desinteresse repentino.

O que é assiduidade no trabalho?

A assiduidade pode ser notada na empresa nos comportamentos do funcionário no dia a dia, como no caso de colaboradores que se esforçam para chegar todos os dias no horário certo e não apresentam faltas sem justificativas ou sem aviso prévio.

O empregador também pode considerar como assíduo o funcionário que demonstra muita dedicação e que apresenta um desempenho confiável e constante em todas as tarefas.

De modo geral, a empresa espera essa assiduidade de todo o seu quadro de colaboradores, mas muitas vezes funcionários desmotivados podem acabar apresentando o comportamento contrário.

E essa falta de assiduidade deve ser um sinal de alerta para que a empresa busque melhores estratégias de gestão de pessoas ou feedbacks, para entender o que pode estar acontecendo.

Aqui, é importante destacar que a falta com declaração de comparecimento ou atestado médico não devem ser consideradas falta de assiduidade, mas sim as faltas não justificadas ou consecutivas que podem ser encaixadas como abandono de emprego.

Qual a diferença entre assiduidade e pontualidade?

A pontualidade é a característica de uma pessoa que sempre chega no horário marcado nos compromissos. Seja no trabalho ou qualquer outro evento, a pessoa pontual não se atrasa e nem deixa os outros esperando por ela.

Geralmente, a pessoa que é assídua também costuma ser pontual, mas não é uma regra.

Uma pessoa pode ser pontual sem ser assídua e vice-versa.

Na lógica empresarial, o funcionário pontual pode ainda apresentar um alto índice de absenteísmo, com faltas não justificadas ou, ainda, demonstrando grande desinteresse e pouca participação nas atividades da organização.

Também podem haver cenários de funcionários com grande assiduidade que ainda podem apresentar alguns atrasos mensais.

Nesse caso, durante a avaliação da folha ponto, vale ao RH ou gestor da equipe conversar com o colaborador para poder entender o que pode ser feito para melhorar esse ponto. A cultura de feedback é muito importante nesses casos.

assiduidade ou pontualidade

Leia também: Calcular folha de ponto de funcionários online: um passo a passo

O que a CLT diz sobre o adicional de assiduidade?

O adicional de assiduidade é um incentivo bastante usado por empresas ou categorias de trabalhos com altos índices de faltas.

Embora não seja um adicional obrigatório, existe um texto na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT),  Lei 13.467, que fala sobre como as empresas devem proceder em casos de gratificação ou prêmios.

Para ficar claro, é importante entender que a gratificação funciona como uma forma de reconhecimento ou agradecimento por serviços prestados pelo funcionário, como uma espécie de recompensa.

Já o prêmio está relacionado a fatores de ordem pessoal, como uma espécie de salário vinculado a certa condição, como produção ou o adicional de assiduidade.

Outro ponto importante é que a gratificação parte da boa vontade do empregador ou ajustada a partir do que traz a própria lei ou o que está previsto no acordo coletivo da empresa. Por outro lado, o prêmio depende do esforço do colaborador.

Infelizmente, na legislação trabalhista não há regras sobre o pagamento de premiação, sem  limites mínimos ou máximos em relação aos valores pagos, nem como a empresa deve adotar esse tipo de pagamento.

Além disso, a legislação também não define obrigatoriedade do pagamento de prêmios em dinheiro, o que abre a possibilidade da empresa criar gratificações como itens materiais, viagens e outros benefícios.

É dentro dessa categoria que se enquadra o adicional de assiduidade, definido também no artigo 457, seu  §§4º, que diz o seguinte:

Consideram-se prêmios as liberalidades concedidas pelo empregador em forma de bens, serviços ou valor em dinheiro a empregado ou a grupo de empregados, em razão de desempenho superior ao ordinariamente esperado no exercício de suas atividades.

Então, como vimos, não existe uma regra ou modelo de pontuação para o pagamento do adicional de assiduidade.

Por isso, cada empresa pode criar sua própria forma de bonificação, que pode ser mensal, semestral ou anual, por exemplo.

Outras empresas, ao invés da bonificação individual, estimulam a gratificação em equipe, favorecendo com um adicional de assiduidade o grupo com menor índice de atrasos e faltas.

Qual a importância da assiduidade para a empresa?

Um dos principais benefícios da assiduidade é que esse comportamento reflete a boa gestão de pessoas promovida pela empresa, tanto pelo RH como pelos líderes de equipe.

Além disso, a assiduidade tem relação direta com o sucesso da empresa, afinal, colaboradores comprometidos, dedicados e engajados são mais produtivos e eficientes na entrega, melhorando os resultados e objetivos da equipe.

Por conta disso, a assiduidade alta acaba sendo uma métrica de desempenho.

Se além de outros dados de resultados e produtividade, a empresa também busca mensurar a taxa de assiduidade e pesquisa de clima organizacional, mais rica será a análise do quadro de colaboradores.

A partir disso, é possível tirar exemplos do que está funcionando e deve continuar ou, ainda, mapear problemas ou ajustes que podem ser melhorados na empresa como um todo ou em equipes específicas.

Com o adicional de assiduidade, por exemplo, a empresa ganha mais uma estratégia de tornar os profissionais mais engajados e motivados, recompensando esse comportamento que já é natural para alguns profissionais e incentivando aqueles colaboradores que podem estar desmotivados.

Como diminuir o absenteísmo e estimular a assiduidade dos colaboradores?

como calcular assiduidade

O absenteísmo pode ser um sinal de que o trabalhador está desmotivado, talvez com problemas pessoais que estejam afetando sua vida profissional ou até mesmo em busca de provocar uma demissão sem justa causa da empresa.

Em alguns desses casos, a conversa com o colaborador para entender o que pode ser melhorado pode ajudar, mas em alguns casos pode ser mais difícil encontrar uma saída boa para ambos os lados.

De qualquer forma, a empresa que deseja evitar o absenteísmo pode fazer diversas mudanças na cultura e no clima organizacional e, consequentemente, estará estimulando a assiduidade dos colaboradores.

Além de promover pontos de melhorias, existem algumas perguntas que a própria empresa e gestão devem fazer para entender como podem melhorar a assiduidade e quais são os gargalos por parte da empresa, que devem ser ajustados.

Por exemplo: como está a relação entre gestores e colaboradores? Há problemas na comunicação que precisam ser resolvidos? Há algum fator na estrutura da empresa que pode estar afetando a assiduidade? Os colaboradores possuem dificuldade de acesso até a empresa, como falta de transporte público ou outros fatores?

Os colaboradores com baixa assiduidade estão sobrecarregados? Como líderes e RH estão agindo em relação ao absenteísmo? É necessário aumentar o quadro de colaboradores? Os funcionários estão realizando muitas horas extras?

A partir dessas questões, as dicas abaixo se tornam essenciais  para as empresas. Veja o que implementar:

  • Manter uma comunicação eficiente com os colaboradores;
  • Promover um bom clima organizacional;
  • Oferecer uma estrutura confortável (ergonomia adequada) e com os equipamentos necessários para a realização de um bom trabalho;
  • Implementar melhorias na gestão de pessoas;
  • Elaborar um plano de carreira;
  • Investir em feedbacks;
  • Oferecer treinamentos;
  • Criar metas individuais e de equipes;
  • Estabelecer políticas de reconhecimento, com bonificação ou outras formas de incentivo;
  • Promover qualidade de vida etc.

Dicas para o colaborador exercitar a assiduidade

Embora a assiduidade seja algo muito natural para algumas pessoas, isso não significa que trata-se de algo inalcançável. Todo mundo pode adotar mudanças de hábitos para se tornar um profissional e uma pessoa mais assídua.

Separamos algumas dicas que podem ajudar!

Conheça seu ritmo de trabalho e seus pontos fortes

Para melhorar um ponto negativo, é importante também reconhecer seus pontos fortes e habilidades.

Por isso, uma das dicas é buscar mais autoconhecimento como profissional e no lado pessoal. Assim, será muito mais fácil melhorar suas habilidades e aumentar a assiduidade.

Por exemplo, se você é um profissional que é muito mais criativo em determinado período do dia, e precisa se adaptar a outra rotina, talvez esse seja um ponto importante a ser avaliado na hora de buscar um novo emprego.

Um exemplo são as pessoas que não se adaptam às rotinas de trabalho com horários muito rígidos, mas são excelentes profissionais em modelos mais flexíveis.

Crie e siga seu planejamento

A assiduidade não deve ser apenas com os outros. Além de seguir o cronograma da empresa e os prazos de entregas da equipe, faça um planejamento do seu dia e da semana e seja também pontual e dedicado consigo mesmo.

Essa dica vale principalmente para as pessoas que atuam em modelos de trabalho híbrido ou em projetos mais flexíveis.

A procrastinação, acima de tudo, é algo que afeta o profissional em sua vida pessoal e na carreira.

Por isso, encare sua agenda como um compromisso muito sério com você e com os outros!

Busque formas de manter a motivação

Pode ocorrer de o colaborador estar desmotivado, se sentindo estagnado ou com pouco reconhecimento na empresa.

No entanto, mesmo nesse cenário negativo, é fundamental buscar formas de manter a motivação, como manter o foco na carreira e no crescimento profissional, independente da empresa.

Cuide de sua saúde física e mental

O foco e a motivação andam lado a lado com a saúde física e mental. Afinal, mesmo os melhores profissionais podem ter o rendimento prejudicado após noites sem descanso, doenças físicas e mentais, como o estresse, ansiedade ou depressão.

Nesses casos, é importante que o colaborador priorize sua saúde no dia a dia, mas a empresa também deve fazer sua parte oferecendo um ambiente de trabalho saudável.

Como calcular a assiduidade dos funcionários?

Existem duas formas de avaliar a assiduidade dos funcionários: através de um bom sistema de gestão de ponto online e através de avaliações de desempenho periódicas.

Através do controle de ponto é possível visualizar se o colaborador está cumprindo sua jornada de trabalho normalmente, conferindo possíveis atrasos, saídas antecipadas e faltas sem justificativa.

Existem diversas maneiras de fazer esse acompanhamento, mas sem dúvidas o melhor é através de um sistema de gestão de ponto online, que otimiza o tempo e evita erros de cálculos de folha de pagamento, por exemplo, como é o caso do ifPonto.

Através de sistemas assim, é possível gerar relatórios precisos tanto da taxa de assiduidade como do índice de absenteísmo.

Para complementar essa informação e ter não só números como métricas, é importante contar com uma avaliação de desempenho do funcionário, pois assim, além do histórico da folha ponto, é possível entender o quanto ele se destaca em dedicação, produtividade , confiança e qualidade das entregas no dia a dia.

Nessa segunda parte, a análise é muito mais qualitativa e exige mais da capacidade de gestão dos líderes, de identificar quais são os pontos negativos e de melhorias de cada integrante da equipe que está à frente.

Faça o controle de ponto online de sua empresa e melhore a gestão de pessoas com o ifPonto!

Conclusão

Uma empresa com alto índice de assiduidade, certamente, é uma empresa que gera mais resultados.

Afinal, o funcionário assíduo é um funcionário comprometido, confiável, que executa suas tarefas com qualidade, não apresenta atrasos, faltas ou saídas antecipadas sem justificativa.

Ou seja, é o colaborador que toda empresa busca durante um processo de seleção de novos talentos.

Contudo, podemos dizer que a assiduidade também reflete a cultura e clima organizacional da empresa.

Um ambiente de trabalho saudável, com bons líderes, plano de cargos e salários, reconhecimento, cultura de feedback e outras qualidades normalmente estimula o melhor dos colaboradores.

Por isso, além de buscar essas qualidades em processos de contratação, a empresa também deve oferecer as ferramentas e recursos para que a assiduidade seja um comportamento padrão, podendo até mesmo ser recompensado com o adicional de assiduidade.

Se você gostou desse texto, não deixe de conferir outras dicas de gestão de empresas aqui no blog da iFractal!

Continue a leitura sobre trabalho temporário: veja como funciona essa contratação!

0
  Posts Relacionados
  • No related posts found.