Ponto eletrônico digital: o que é, qual o melhor e como usar

Posted by:

Um ponto eletrônico digital é capaz de transformar a rotina de uma empresa, pois tem a capacidade de otimizar vários processos, evitando erros de cálculos trabalhistas e deixando de uma vez por todas, no passado, as planilhas e marcações de jornada de trabalho manuais.

Mas você sabe qual o melhor ponto eletrônico digital e como ele pode ajudar sua empresa a reduzir custos? E a legislação que regulamenta o sistema de ponto eletrônico digital? Se você deseja saber tudo sobre o tema, continue a leitura!

Leia também: Como escolher o melhor aplicativo para gestão de ponto?

O que é ponto eletrônico digital?

O ponto eletrônico digital é um sistema utilizado pelas empresas para registro dos horários da jornada de trabalho dos colaboradores.

A grande vantagem desse sistema é que, por ser digital, disponibiliza e realiza a captação dos registros de forma automática de acordo com os registros feitos pelos funcionários ao longo do dia, seja no registro de entrada, intervalos ou saída.

Por conta de ser um sistema moderno, o ponto eletrônico digital representa mais segurança e eficiência para as empresas, pois as informações registradas se tornam mais precisas e fáceis de serem apuradas.

Podemos dizer que o surgimento do ponto eletrônico digital para substituir os pontos manuais e mecânicos, tornou o trabalho de gestão do RH muito mais estratégico.

Ao otimizar processos como fechamento e cálculo de folha de pagamento, o RH tem muito mais tempo para pensar em melhorias para o clima organizacional, trabalhar cultura de feedback e dedicação ao recrutamento e retenção de talentos.

Confira também: o que é controle de ponto online e as vantagens para a sua empresa?

Como funciona o ponto eletrônico digital?

ponto eletrônico digital para empresas

O ponto eletrônico digital funciona através de um aparelho informatizado que realiza a captura dos registros de ponto dos funcionários.

Nesses casos, estamos falando tanto dos tradicionais relógios de ponto que fazem o registro pelo cartão ponto, cadastro de senha ou leitura de biometria, como também de aparelhos alternativos mais modernos.

Entre os aparelhos mais alternativos e modernos podemos destacar os sistemas de registro de ponto que podem ser feitos através do celular, tablet ou computador.

O ganho das empresas com esse tipo de sistema de controle de ponto digital é a praticidade e funcionalidade.

Muitos sistemas de ponto digital alternativo utilizam também o leitor biométrico para a marcação do ponto e, além da comum leitura da impressão digital, muitos sistemas oferecem recursos de leitura biométrica da retina, da íris, da geometria da mão e reconhecimento facial.

O que diz a lei sobre o ponto eletrônico digital?

De acordo com a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), artigo 74, o uso de um ponto eletrônico digital para controle e registro da jornada de trabalho do trabalhador é permitido.

Contudo, a utilização de um sistema de ponto digital deve seguir algumas recomendações específicas previstas nas portarias 1510 e 373 do extinto Ministério do Trabalho e Emprego.

Essas portarias foram criadas para dar mais clareza às condições de controle de ponto, tornando mais transparente a relação entre empregador e funcionário.

Também como forma de prevenir alterações fraudulentas como podiam ocorrer com os antigos livros de ponto e planilhas de controle de ponto de registro manual.

Abaixo, você confere mais detalhes sobre o que traz esses textos:

Artigo 74 da CLT

Segundo o artigo 74 da CLT, parágrafo 2, todas as empresas e estabelecimentos com mais de 20 funcionários devem realizar a anotação e controle da jornada de trabalho dos funcionários.

Esse controle, segundo esse texto, poderia ser feito tanto em registros manuais como eletrônicos.

Portaria 1510

A portaria 1510, conhecida também como a Lei do Ponto Eletrônico, foi articulada em 2009 com o objetivo de trazer orientações sobre o uso do Registro Eletrônico de Ponto (REP) e do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto (SREP).

De acordo com essa portaria, o sistema de registro de ponto das empresas devem seguir alguns requisitos, como, por exemplo:

  • Ter memória de registro de ponto;
  • Impressora em bobina de papel para emitir comprovante de registro,
  • Relógio interno;
  • Porta fiscal para captação de  dados fiscais.

Outras exigências presentes na portaria também foram anexadas para tornar mais preciso e com credibilidade a anotação de jornada de trabalho dos funcionários.

Dentro das exigências, podemos citar pontos como:

  • Proibição da restrição de horário para marcação do ponto;
  • Proibição da marcação automática do ponto para fraudar os horários predeterminados em contrato;
  • Não existir qualquer tipo de autorização prévia para registro de ponto com horas extras;
  • Não permitir que dispositivos possam modificar os dados do REP.

Portaria 373

A portaria 373 veio depois, para atualizar pontos que a portaria 1510 não previu como pontos alternativos de marcação de jornada de trabalho acordadas em Convenção ou Acordo Coletivo entre empresa e sindicato.

É importante dizer que a portaria 373 traz novas mudanças, mas não anula as regras da portaria 1510, por isso é importante conhecer o que diz cada texto.

Confira também: Como fazer otimização do RH e redução de custos

Quais são os tipos de ponto eletrônico digital?

sistema de ponto eletrônico digital

O controle de ponto eletrônico digital pode ser realizado de algumas formas. Abaixo, apresentamos os três tipos de registro que podem ser realizados e as vantagens de cada modelo:

Cartão magnético ou senha

O cartão de ponto é um dos mais conhecidos e usados, por ser um modelo pioneiro de registro de ponto eletrônico.

Geralmente, o cartão ponto é o próprio crachá de identificação do funcionário dentro da empresa.

Assim, para usá-lo, o colaborador deve apenas aproximar o cartão do relógio de ponto ou passar em catracas na porta de entrada ou dentro dos setores para a leitura.

Alguns modelos realizam a leitura através de um código de barras do cartão e outros também podem pedir o cadastro de senha numérica.

De modo geral, a tecnologia do cartão magnético ocorre através da leitura de etiquetas RFID, sigla para Radio Frequency Identification.

Entre os modelos de ponto eletrônico, esse é o que apresenta um grau inferior de segurança, já que abre espaço para fraudes de marcação de ponto por terceiros.

Relógio de ponto biométrico

O ponto de leitura biométrica pode ser tanto apenas eletrônico como eletrônico e digital.

Ele é considerado um sistema eletrônico somente quando é usado em relógios de ponto que imprimem comprovantes e exige o recolhimento dos dados via conexão USB.

Nesses casos, o funcionário realiza a leitura da biometria, geralmente a impressão digital, e o RH depois realiza a coleta das informações. Não é automático o registro em um sistema de pontos.

O ponto eletrônico digital com biometria, por outro lado, é a opção mais moderna.

Nesses casos, a empresa pode oferecer aos funcionários muito mais opções para realizar a marcação de ponto.

Além da leitura da impressão digital, alguns sistemas de leitura biométrica oferecem reconhecimento facial.

Nesses casos, o funcionário pode até mesmo instalar o aplicativo do sistema de registro de ponto no celular para fazer a marcação do ponto, o que ajuda bastante no controle de jornada de trabalho de pessoas e empresas que seguem na modalidade de trabalho remota.

Em comparação com o tipo de registro com o cartão ponto, esse é muito mais seguro, pois a leitura biométrica evita que outra pessoa bata o ponto no lugar do funcionário, evitando fraudes.

Alguns sistemas usam de forma combinada a leitura biométrica com a verificação por geolocalização, para confirmar que o ponto foi batido dentro da empresa ou no registro de local de trabalho oferecido pelo colaborador (considerando o trabalho home office).

Simulador de Economia ifPonto

Ponto online ou alternativo

O ponto online, também chamado de ponto eletrônico digital alternativo, se destaca entre outros por sua segurança no registro dos dados, por ser um sistema de controle confiável e que evita possíveis fraudes e erros de registro.

Isso se dá pela variedade em funcionalidades, permitindo que o colaborador consiga fazer o registro do ponto em tablets, celulares ou computadores dentro da geolocalização registrada.

A praticidade está em não precisar integrar o controle de ponto a relógios ou cartão de ponto. Basta cadastrar os colaboradores no sistema, solicitar o download do app no celular ou computador e instruí-los sobre o uso correto.

Da mesma forma, esse tipo de controle também permite acesso ao registro de entrada, intervalos, saída, banco de horas ou horas extras.

Nos últimos anos, esse é o modelo de registro de ponto que mais tem crescido entre as empresas, por ser uma solução completa e segura.

No entanto, de 2020 para cá, esse tem sido o modelo com mais crescimento entre as empresas, muito por conta da necessidade do registro de ponto em home office.

Uma das principais vantagens para a empresa e colaboradores é não precisar ficar guardando comprovantes em papel, reduzindo também o custo de manutenção de relógios de ponto eletrônico.

E através do sistema de ponto, os funcionários podem ver o espelho de ponto para conferir os registros e banco de horas.

Esse acesso liberado  a qualquer momento tanto pelos gestores como pelos funcionários torna o sistema ainda mais seguro e transparente.

Qual o melhor ponto eletrônico digital?

reconhecimento-facial

Cada tipo de ponto eletrônico possui suas vantagens e desvantagens, mas sem dúvidas o que reúne maior benefício para empresas e colaboradores é o ponto eletrônico digital totalmente online.

Além de realizar a marcação do registro da jornada de trabalho, um sistema de controle de ponto online permite que a empresa realize toda a gestão de ponto online de forma prática e segura através de um único software.

Esse tipo de recurso torna a realização de cálculos trabalhistas ainda mais precisos, tornando possível a realização de controle de escalas, férias, banco de horas, horas extras a pagar, adicionais, dispensas etc.

Com esse tipo de ponto eletrônico digital, o RH da empresa consegue otimizar processos como fechamento de folha de pagamento e, em alguns sistemas como o da iFractal, consegue gerar relatórios completos para análise financeira e desempenho das equipes.

Também é o melhor ponto eletrônico digital por oferecer múltiplas formas de marcação de ponto, tanto para colaboradores em trabalho presencial como remoto.

Confira também: Como o software de ponto eletrônico em nuvem pode evitar processos trabalhistas

Como escolher o melhor sistema de ponto eletrônico digital?

Na hora de escolher o melhor ponto eletrônico digital para a sua empresa, você deve buscar a opção que segue alguns requisitos essenciais para garantir que a sua empresa esteja seguindo a legislação e ainda tenha inúmeros benefícios com os recursos do sistema.

Listamos alguns pontos para observar durante a procura:

  • Escolha um sistema de ponto que siga o que diz a legislação brasileira do controle de ponto, de acordo com o que é previsto na CLT e nas portarias 1510 e 373;
  • Prefira uma opção que, além de fazer o controle de jornada de trabalho, contribua para a gestão de equipes;
  • Busque o sistema que melhor atende suas necessidades para geração de relatórios;
  • Não abra mão de ter suporte ilimitado para tirar suas dúvidas;
  • Fuja do aprisionamento tecnológico;
  • Verifique se o sistema possui integração com diferentes fabricantes, se for utilizar um relógio de ponto;
  • Prefira o sistema que te oferece liberdade contratual.

Temos em nosso blog um artigo completo com 6 dicas de como escolher um sistema de ponto perfeito com um checklist do que observar. Confira também!

Como utilizar o ponto eletrônico digital e o software de gestão de ponto da iFractal?

O ifPonto é o software de controle de ponto online da iFractal, pioneira no modelo de software em nuvem.

Esse sistema oferece diversas funcionalidades para gestão da jornada de trabalho, além de oferecer recursos que colaboram para a otimização de diversos processos dentro da gestão de RH.

Para usá-lo é muito simples, como vimos em como funcionam os tipos de ponto eletrônico online.

Além dos recursos para leitura de biometria online, através de reconhecimento facial, geolocalização e leitura de impressão digital por celular, tablet e computadores, o sistema possui integração com diversas marcas e modelos de relógios de ponto no mercado para as empresas que desejam um modelo híbrido.

Entre outras vantagens, podemos destacar a liberdade contratual, sistema auditável e customizável, para que você consiga usar as melhores funcionalidades que sua empresa precisa no dia a dia.

No vídeo abaixo, é possível conferir todos os recursos do software de gestão da iFractal:

 

Solicite o teste gratuito para a sua empresa agora mesmo!

Conclusão

Investir no melhor ponto eletrônico digital é um salto muito grande para a modernização de processos internos de RH e gestão.

Também é uma forma de evitar fraudes na marcação de ponto ou erros na folha de pagamento, por exemplo.

Ou seja, priorizar um ponto eletrônico digital na sua empresa representa redução de custos, economia de tempo e prevenção de processos trabalhistas.

Como vimos, existem várias opções no mercado, mas muitas delas não oferecem recursos tão completos.

Por isso, agora que você já conhece quais são os tipos e como eles funcionam de acordo com a legislação, é hora de buscar o melhor sistema para a sua empresa.

Se você gostou desse conteúdo, confira também: Gestão de pessoas à distância: como manter a produtividade dos funcionários em home office?

0
  Posts Relacionados
  • No related posts found.