Biometria facial: entenda como funciona e quais as vantagens

Posted by:

A biometria facial é um tipo de tecnologia que permite o reconhecimento a partir de características físicas das pessoas, sendo previamente coletadas e armazenadas em um banco de dados.

Atualmente, é muito comum o uso desse tipo de tecnologia como solução em diversas situações, como para reconhecimento e desbloqueio de smartphones, acesso a aplicativos de bancos e, no caso das empresas, para o controle de ponto online.

São várias as vantagens no uso da biometria facial, assim como no uso de outros tipos de tecnologias de reconhecimento, como a leitura de impressão digital, reconhecimento de voz e leitura da íris.

Se a ideia é contar com uma solução segura e integrada, que ajuda a prevenir fraudes, a biometria facial é uma excelente alternativa para as empresas.

Quer saber mais sobre esse assunto e entender como funciona a biometria facial? Então, continue a leitura.

Leia também: o que é e como solicitar a Licença Nojo

O que é Biometria Facial?

A biometria facial é um tipo de método biométrico, por isso, para entender o que é reconhecimento facial é necessário entender primeiro como funciona a biometria.

A palavra “Biometria” (bio + metria) vem do latim e significa algo como a medição da vida. Esse tipo de tecnologia funciona por meio de comparação e checagem de características humanas com base em informações armazenadas em banco de dados.

O principal objetivo da biometria é permitir o acesso ou desbloqueio por meio da identificação precisa de um indivíduo.

É uma das soluções que oferece maior segurança em diversos processos, por ser uma tecnologia que usa características humanas que não podem ser fraudadas, já que tratam-se de características únicas, como é no  caso da impressão digital, leitura de íris e da biometria facial.

Como funciona a biometria facial?

como funciona biometria facial

A biometria facial funciona através do reconhecimento de características físicas humanas que são coletadas através de imagens ou vídeos capturados e que ficam armazenados em um banco de dados.

De modo geral, a biometria facial funciona de forma muito semelhante com o algoritmo usado em redes sociais, que permite a marcação de amigos nas fotos.

A tecnologia da biometria permite que todos os traços dos rostos, os pontos nodais, sejam reconhecidos.

Existem, ao todo, cerca de 80 pontos nodais na face de cada pessoa, como a distância entre os olhos, cicatrizes, marcas de expressão, comprimento do nariz, curvatura dos lábios etc.

Como esses pontos nodais são únicos, a biometria facial é um sistema que evita fraudes e falhas, pois cria-se um mapa da face de cada pessoa para a autentificação.

Como fazer uma biometria facial?

O reconhecimento facial funciona com base na biometria do rosto de cada indivíduo, de acordo com os pontos nodais únicos de cada pessoa, como o formato da boca, distância entre os olhos e outros aspectos físicos.

Para fazer a biometria facial para marcação do ponto, a câmera do smartphone, notebook ou tablet realiza uma espécie de escaneamento do rosto de cada funcionário e compara cada traço com fotografias cadastradas previamente em um banco de dados.

Com essa verificação, é possível identificar todos os colaboradores da empresa que possuem registro da biometria no banco de dados, realizando a marcação do ponto de forma automática.

Para que o reconhecimento facial não sofra interferências, o ideal é evitar o uso de óculos, bonés e outros acessórios que possam interferir na verificação da biometria.

Quais são os tipos de biometria?

tipos de biometria facial

Existem vários tipos de biometria que podem ser usadas para identificação de pessoas, além da biometria facial, conheça quais são elas:

Impressão digital

A impressão digital é o tipo de biometria mais conhecido e utilizado por muitas pessoas, por ser um dos tipos mais antigos.

Assim como a biometria facial, a biometria por impressão digital também é bastante segura, pois as digitais se mantêm por toda a vida, sem ser necessário atualizar sempre as informações.

O valor de implementação desse tipo de reconhecimento também tem um bom custo-benefício, sendo uma das opções mais econômicas.

O único problema está em situações em que as pessoas perdem as impressões digitais ou apresentam digitais mais desgastadas.

Um exemplo disso foi com a chegada da pandemia, em que as pessoas começaram a utilizar álcool em gel de forma excessiva, prejudicando as digitais.

Nesses casos, é necessário combinar o uso desse tipo de verificação com outras tecnologias.

Biometria facial

O reconhecimento facial, como vimos, utiliza os pontos nodais do rosto de cada indivíduo para confirmação da identificação.

Esse tipo de biometria pode ser utilizada para desbloquear aparelhos, para acesso de aplicativos e marcação de registro de ponto.

Para efetuar esse reconhecimento, basta utilizar a câmera do smartphone ou do notebook, por exemplo.

Biometria por íris e retina

Outros dois tipos de biometria são a por reconhecimento da íris e reconhecimento da retina.

Ambas as tecnologias são consideradas de alta precisão, pois usam como base duas características físicas que não mudam com o tempo.

Contudo, esses dois métodos possuem um custo mais alto de implementação em comparação com a impressão digital e biometria facial.

Mas também são tipos de reconhecimento que tendem a crescer nos próximos anos, já que muitos smartphones já conseguem fazer esse scanner da íris e da retina.

Reconhecimento por voz

Por fim, temos também o reconhecimento por voz. Esse tipo de sistema biométrico analisa diversos aspectos da voz de cada indivíduo, como cordas vocais, laringe, além de entonação, sotaque e outras características.

Ao compilar todos esses dados, é possível chegar a um perfil sonoro único, que pode ser usado como assinatura biométrica.

Uma das desvantagens desse sistema é que ruídos, interferências sonoras e até mesmo problemas de saúde podem comprometer a análise de voz de uma pessoa.

Biometria facial: onde utilizar esta tecnologia?

A biometria facial, assim como os outros exemplos de biometria, pode ser utilizada para a identificação de pessoas e proteção de dados tanto em ambientes físicos como em ambientes digitais.

Atualmente, os principais usos são para prevenção de fraudes e crimes de identidade, além do controle de acesso em ambientes e para acesso a aplicativos.

Bancos e aplicativos financeiros, por exemplo, usam a biometria facial e outros tipos de biometria para autorização ou confirmação de transações financeiras, para tornar a experiência do usuário ainda mais segura.

Outro uso da biometria facial é para a marcação do ponto. Nesse caso, a empresa também oferece a opção de reconhecimento facial para que os colaboradores realizem a marcação da jornada de trabalho.

Essa opção é bastante interessante para evitar fraudes e erros de marcação, tornando todo o processo de gestão de ponto ainda mais preciso, otimizando o tempo de gestão de pessoas e processos.

Controle de ponto com biometria facial: conheça as vantagens dessa tecnologia

As empresas que utilizam softwares de gestão de ponto online com biometria facial podem se beneficiar de diversas formas. Listamos abaixo os principais benefícios:

Segurança

Por ser uma tecnologia com base na biometria de cada indivíduo, o uso do reconhecimento facial para marcação de ponto se torna a opção mais segura para evitar fraudes, já que o sistema utiliza as características únicas de cada pessoa para verificar a marcação do ponto.

Integração

Outra grande vantagem é a integração dessa tecnologia com diversos softwares de gestão de ponto online e diferentes dispositivos.

Por ser uma tecnologia simples utilizada por aplicativos leves, não compromete o uso dos smartphones e computadores da empresa.

Outro benefício é que esse tipo de marcação de ponto também pode ser adotada para empresas que trabalham com o quadro de funcionários em modelo de trabalho híbrido ou em home office definitivo.

Fácil de ser implementado e utilizado

A biometria facial é uma tecnologia simples de ser utilizada e que é disponibilizada em diversos softwares de gestão de ponto, como o ifPonto.

Para começar a usar, basta ter o cadastro facial dos funcionários, que ficará armazenado em um banco de dados.

No momento que o colaborador realizar a verificação por reconhecimento facial com a câmera do smartphone ou do notebook, o sistema fará o registro automaticamente, confirmando a autenticidade.

Precisão

O reconhecimento facial funciona através do sistema de Machine Learning, por isso, sempre que o colaborador registra uma nova foto, a precisão aumenta ainda mais, tornando essa opção uma das mais seguras para as empresas.

Marcação de ponto automática

Em poucos segundos após o reconhecimento facial do colaborador, tanto o funcionário como o RH já conseguem ter acesso ao registro do ponto, facilitando o controle da jornada de trabalho.

Essa otimização é importante para vários fatores, tanto para controle da jornada, intervalos e horas extras, assim como para o controle da assiduidade dos colaboradores.

Faça o controle de ponto online da sua empresa com o ifPonto e tenha acesso a tecnologias como a biometria facial, geolocalização, geodelimitação, alertas de registro e muito mais. Faça agora mesmo a solicitação do seu teste gratuito.

Conclusão

Nesse artigo, você conheceu o que é biometria facial e como funciona esse tipo de tecnologia.

Como vimos, existem várias vantagens no uso desse tipo de funcionalidade para o controle de ponto dos colaboradores, tanto em um regime de trabalho presencial como também em modelos híbridos ou totalmente remotos.

O reconhecimento facial é uma opção segura e prática para realizar a autenticação dos funcionários, evitando fraudes ou erros no registro.

Ou seja, essa tecnologia é um grande aliado na rotina dos gestores e profissionais de RH, além de oferecer vantagens para o colaborador.

Para continuar se informando sobre novidades sobre gestão de RH e controle de jornada de trabalho, continue navegando pelo blog da iFractal!

Leia também: Escala de trabalho: saiba o que é, os tipos e como gerenciar

1
  Posts Relacionados
  • No related posts found.