Home Office definitivo: entenda como funciona e como aderir

Posted by:

Será que o home office definitivo é uma boa opção para sua empresa? E será que sua empresa e líderes estão preparados para lidar com a gestão dos funcionários de maneira remota?

Essas são perguntas que serão cada vez mais frequentes para as empresas que, nesse momento, já começam a olhar para um futuro cenário sem isolamento social pós-pandemia.

Afinal, para muitas empresas o modelo de trabalho remoto foi um improviso feito para suprir as demandas de mudança após a declaração de pandemia pela OMS. 

Mas o que foi revelador para muitas organizações é que esse modelo conseguiu surpreender em níveis de produtividade e entrega, além da qualidade de vida e segurança necessária para os profissionais no momento.

Por isso, mesmo com todos os desafios do modelo home office, muitas empresas desejam adotar o home office definitivo. Para os colaboradores, essa também é uma boa notícia.

Segundo uma pesquisa feita pela empresa de RH Robert Half, as empresas que não oferecem a oportunidade de trabalho remoto ficam em desvantagem na preferência dos trabalhadores.

De acordo com a pesquisa, 63,8% dos entrevistados preferem trabalhar de casa do que no escritório. 44% das mulheres disseram que procurariam outra oportunidade caso o home office fosse encerrado de forma definitiva e 31% dos homens disseram o mesmo.

No meio do caminho entre a volta total e o home office definitivo, há ainda o trabalho híbrido, que pode ser uma boa solução.

Quer saber mais sobre esse modelo de trabalho em home office definitivo? Continue a leitura!

Leia também: Confira também: Admissão Digital: o que é, benefícios e como realizar

O que é o home office definitivo?

O home office é o modelo de trabalho em que cada colaborador de uma empresa exerce sua função de casa. Sendo assim, o home office definitivo representa o trabalho remoto em tempo integral, sem previsão e nem pretensão de retorno ao trabalho presencial.

Esse é um dos reflexos das mudanças provocadas após a declaração de pandemia pela OMS, em março de 2020.

Naquele momento, muitas empresas enxergavam o home office apenas como uma solução temporária, pelo tempo que durasse a pandemia ou enquanto as organizações de saúde dissessem ser o mais seguro para a saúde coletiva.

Contudo, a prorrogação das medidas de isolamento social no país e no mundo perduraram por muito mais tempo do que as organizações esperavam.

Nesse intervalo de tempo, muitas empresas e gestores puderam testar na prática a dinâmica do trabalho remoto e o impacto desse modelo na produtividade, resultados e redução de custos com manutenção de estrutura física.

Diversas áreas de trabalho conseguiram ser beneficiadas com a possibilidade de home office, o que nos trouxe a possibilidade do home office definitivo.

Uma pesquisa feita ainda em 2020, pela consultoria Cushman & Wakefield, mostrou que depois da experiência do trabalho de casa, 73,8% das 122 empresas entrevistadas já tinham interesse em instituir o home office definitivo, mesmo em um cenário pós-pandemia.

Antes do isolamento social, 42,6% das empresas nunca tinham experimentado ou adotado na prática o trabalho remoto e para 23,8% o home office era apenas uma possibilidade em análise, sem planos ou data concreta de realização.

Quais as vantagens do home office definitivo?

home office definitivo gestão

 

Não é à toa que o home office definitivo se tornou um diferencial para as empresas e colaboradores. O modelo apresenta diversas vantagens para ambos os lados, desde aumento de resultados como também flexibilidade dos horários e gestão de tempo, entenda:

Economia

Um dos principais benefícios para as organizações está na redução de custo com manutenção de um escritório ou espaço comercial.

Sem a necessidade de alocar todos os colaboradores em um espaço físico, as empresas ganham em economia com custos de energia, internet, água, aluguel, manutenção.

Até mesmo as empresas que ainda pretendem ter um espaço físico ganham, pela possibilidade de alugar um espaço de coworking ou um escritório menor, apenas para treinamento de equipamento, reuniões pontuais e confraternizações.

Maior produtividade

A produtividade no home office também é uma das vantagens que provam que o trabalho remoto funciona tão bem quanto o trabalho presencial.

O reflexo disso é que muitas empresas conseguiram crescer bastante mesmo dentro de um cenário de crise, por conta da otimização dos resultados mesmo com uma equipe trabalhando a distância.

Alguns pontos que se destacam é que no home office definitivo muitos funcionários relatam ter mais foco, autonomia, reuniões mais objetivas e apoio de controle de tarefas através de ferramentas.

No home office, a máxima são os resultados que podem ser acompanhados pelos gestores e líderes de equipe.

Atração e retenção de talentos

Como muitas pesquisas mostram, além de salário competitivo, benefícios e plano de cargos e salários, os colaboradores também preferem as empresas que oferecem flexibilidade.

Por isso, para muitos profissionais o home office definitivo é um requisito buscado durante o processo seletivo.

Ao oferecer essa oportunidade, as empresas aumentam a atração e retenção de talentos, pois trata-se de uma cultura de trabalho que fortalece a autonomia, confiança e respeito ao tempo livre do colaborador que, no home office, possui mais flexibilidade de tempo, mesmo atuando em sua jornada de trabalho regular.

Isso porque se tem menos tempo perdido em trânsito ou em processos presenciais que se tornam menos objetivos.

Autonomia e autogestão

O home office definitivo é um modelo de trabalho que estimula e fortalece habilidades como a autonomia e autogestão.

Por ser um modelo de trabalho a distância, é necessário exercitar a comunicação e proatividade para resolução de problemas de maneira ágil, o que também contribui para o sucesso da empresa como um todo.

Home office definitivo ou home office híbrido?

home office definitivo como funciona

Pensando no home office pós-pandemia, podemos dizer que existem dois caminhos principais para seguir: o home office definitivo e o trabalho híbrido.

No trabalho híbrido, o funcionário segue em home office em alguns dias da semana e em outros ele trabalha presencialmente na empresa.

Essa modalidade de trabalho também é bastante positiva para ambos os lados, pois mantém as vantagens do trabalho remoto, como redução de custos e produtividade, mas não deixa de lado a importância das experiências trocadas presencialmente, o que é bastante rico para evolução profissional e pessoal.

Nos dois modelos, é necessário ter um controle bastante próximo da jornada de trabalho e controle de ponto online.

Existem várias formas de trabalho híbrido, como seguir apenas alguns dias da semana presencialmente ou uma vez por semana. Aqui, cabe às empresas entender qual a escala que funciona melhor e entender se a empresa ainda possui estrutura para receber todos os colaboradores no mesmo dia.

Isso porque muitas empresas cresceram bastante durante a pandemia, expandindo o quadro de colaboradores sem pretensão de expandir o escritório no mesmo ritmo.

No trabalho híbrido, os dias presenciais podem ser otimizados para realizar reuniões pontuais, treinamentos, dinâmicas, workshops, mantendo assim a interação e motivação entre os funcionários.

Home office em 2021: saiba o que diz a lei

O home office definitivo, também conhecido pelo nome mais técnico de teletrabalho, passou a ter várias regras estabelecidas na CLT após a Reforma Trabalhista de 2017 (Lei 13.467/17).

De acordo com a legislação, as empresas que desejam adotar o trabalho remoto de forma definitiva devem registrar oficialmente essa mudança, através de um aditivo contratual que prevê todas as condições de trabalho remoto e responsabilidades do empregador e funcionário.

Quer adotar o home office definitivo? Saiba o que é necessário

Se a sua empresa deseja seguir com o modelo de home office de forma definitiva ou trabalho híbrido, é necessário se preparar para as mudanças que esses modelos exigem. Listamos abaixo os principais:

Ajuste no contrato

O primeiro passo é realizar a adequação de contrato de trabalho para fazer o aditivo sinalizando a mudança.

Essa formalização de mudança é obrigatória e essencial para evitar problemas judiciais e para comprovar que ambas as partes concordam com a nova condição de trabalho.

Nesse termo contratual, é necessário deixar registrado todas as obrigações e responsabilidades de ambas as partes, como a necessidade de pagamento de ajuda de custos e fornecimento de equipamentos (computador, cadeira etc), por exemplo.

Na hora de realizar o ajuste contratual, é fundamental que a empresa esteja ciente de todas as regras previstas na CLT.

RH estratégico

Por ser um tipo de gestão de pessoas a distância, o RH deve se preparar para ser ainda mais estratégico e moderno.

No home office definitivo, é essencial contar com ferramentas de controle de ponto online para fazer o controle da jornada de trabalho e verificar se o trabalhador está cumprindo corretamente sua carga horária e intervalos.

Além disso, é fundamental acompanhar de perto a realização de horas extras, pois no modelo remoto é ainda mais importante ter o controle para que o funcionário não exceda o limite permitido pela CLT.

Com sistemas de gestão de ponto, como o ifPonto, é possível acompanhar todos os registros do funcionário e otimizar o tempo do RH.

Fora esse acompanhamento de jornada de trabalho, o RH também precisa ser estratégico na gestão de pessoas, atração e seleção de talentos e na promoção de cultura de feedback.

Comunicação alinhada

Mesmo com as limitações do trabalho a distância, é fundamental garantir que os colaboradores se sintam parte da empresa e que estejam a parte de todas as mudanças, novidades e estratégias da empresa.

Para isso, é importante incentivar um papel ativo de gestores e líderes para promover ações que aproximem os integrantes das equipes, como rotinas de reunião para trocar o avanço das atividades e até mesmo para troca de experiências.

Além de conversas por chamadas em vídeo, é importante ter um canal oficial de troca de mensagens, como e-mail ou outras ferramentas com chat.

Assim, tudo que for pertinente ao interesse de todos da equipe será de fácil acesso, promovendo uma boa comunicação e transparência nos processos.

Feedback e cuidados com bem-estar e saúde mental dos funcionários

Dentro da gestão de uma equipe em home office definitivo, é fundamental implementar estratégias que possam priorizar o bem-estar e saúde mental dos funcionários, pois mesmo com muitas vantagens, o trabalho em casa pode apresentar alguns problemas e, sem uma boa gestão, aumentar o estresse e sobrecarga dos colaboradores.

Por isso, alinhado a ações de bem-estar e saúde mental, a empresa deve adotar uma cultura de feedback, para que existe o diálogo aberto sobre mudanças que possam ser feitas para melhorar a dinâmica de trabalho remoto.

Sobre a relação de saúde e bem-estar, é importante destacar a importância de respeitar os limites entre trabalho e vida pessoal, reforçando que os colaboradores façam seu horário de trabalho sem realizar horas extras em excesso ou verificar e-mails e mensagens fora do horário de trabalho.

Também é importante levar em conta que as pessoas são naturalmente sociáveis e que a presença dos colegas de trabalho pode fazer falta a longo prazo.

Por isso, é importante também pensar em ações e momentos de descontração, até mesmo no modelo híbrido, se for a opção mais saudável.

Dúvidas frequentes sobre o home office definitivo:

Como funciona a hora extra no home office definitivo?

Se a empresa realiza o controle de ponto online, seja por softwares, aplicativos e outros relógios ponto para celular, tablet ou desktop, e o colaborador realiza horas extras, a empresa deve realizar o pagamento normalmente.

Por isso é importante o acompanhamento do RH para o controle de jornada de trabalho dos colaboradores, para evitar que eles ultrapassem o limite de horas extras, o que pesará na qualidade de vida do colaborador e também faz gerar custos que podem pesar no orçamento da empresa

Também é importante estar atento ao uso de aplicativos e programas de comunicação fora do horário de trabalho normal, que podem ser entendidos como o cumprimento de horas extras.

Como funciona em caso de acidente de trabalho?

Se o acidente de trabalho ocorrer durante o trabalho executado pelo empregado, a empresa contratante deve tratar o ocorrido como um acidente de trabalho de acordo com o que é previsto na CLT.

No entanto, em casos de acidentes domésticos sem qualquer relação com o trabalho contratado pela empresa, o empregador não tem obrigatoriedade de tratar o incidente como acidente de trabalho.

Quais os problemas do home office?

O home office definitivo apresenta muitas vantagens, mas quando olhamos para os números, ainda trata-se de um modelo de trabalho muito restrito, incluindo uma parcela pequena da população brasileira.

Somente 7,9 milhões de brasileiros, 10% da população economicamente ativa, trabalham no modelo home office, de acordo com o Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Convid-19), feita pelo IBGE.

Além de ser um modelo que não é uma possibilidade para todos os setores e áreas de trabalho, o home office ainda apresenta outros desafios, como a busca por um equilíbrio entre produtividade e bem-estar.

No cenário da pandemia, muitos profissionais tiveram de encarar o desafio de equilibrar a rotina de trabalho ao acompanhar o ensino a distância dos filhos, além do tempo dedicado a tarefas domésticas.

Por ter sido uma medida provisória em muitas empresas, diversos profissionais se viram sem uma estrutura adequada para o trabalho à distância, com um local com boa ergonomia, privacidade e até mesmo conexão de internet necessária.

Todos esses pontos devem ser levados em consideração para entender se a produtividade alta ou baixa está provocando também impactos na vida pessoal e profissional do colaborador.

Segundo a pesquisa feita pela Robert Half, mesmo com um número alto de pessoas favoráveis ao home office (92%), o modelo de trabalho também pode vir acompanhado com problemas de relacionamento entre os colaboradores e até mesmo problemas de bem-estar e saúde do colaborador, como distúrbios do sono (37%).

Conclusão

Como podemos perceber, o home office definitivo é um dos principais impactos na rotina de trabalho das empresas brasileiras que parece ter vindo para ficar.

O modelo que foi implementado em muitas empresas como uma medida provisória para enfrentar a pandemia surpreendeu muitos empresários pelas vantagens em relação a produtividade e redução de custos.

Mas como vimos, não é tão simples assim fazer uma gestão de equipe remota. É necessário rever medidas para melhorar a comunicação, feedback, acompanhamento de tarefas e ter um RH estratégico.

Agora que você já sabe como funciona o home office definitivo, basta analisar se é uma realidade que faz sentido para a sua empresa.

Se você gostou desse conteúdo, leia também: Trabalho temporário: entenda como funciona essa contratação

1
  Posts Relacionados
  • No related posts found.