Produtividade e qualidade de vida no trabalho: como alcançar?

Posted by:

Salário competitivo e benefícios são fundamentais para manter a motivação dos funcionários, mas nunca se falou tanto também da importância da qualidade de vida no trabalho.

Por ser o local, físico ou virtual (considerando o trabalho remoto), em que as pessoas passam a maior parte do dia, não tem como ignorar o impacto que a rotina de trabalho tem na qualidade de vida dos colaboradores.

E além de contribuir com o bem-estar das pessoas, a preocupação com um ambiente saudável também é fundamental para manter a produtividade das equipes.

Mas como tornar a empresa um local com mais qualidade de vida? É disso que falaremos ao longo do artigo abaixo!

Leia também: o que significa EVP e qual a importância para o RH?

Afinal, o que é qualidade de vida no trabalho?

O conceito de qualidade de vida, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a percepção que cada indivíduo tem em relação a sua própria vida, considerando a cultura em que está inserido, seus valores, objetivos, padrões, expectativas e preocupações.

Pela OMS, qualidade de vida também se relaciona ao acesso à saúde, educação, saneamento básico e habitação.

Sendo assim, ter qualidade de vida implica no bem-estar, mas de forma bastante abrangente, já que podemos ter diferentes tipos de satisfações, anseios e desejos.

Ter qualidade de vida envolve, por exemplo, ter bem-estar físico, mental, emocional, espiritual e também nas relações entre a família, amigos e, como é o tema aqui, no trabalho.

No ambiente corporativo, a qualidade de vida funciona como um índice para medir a satisfação do colaborador na empresa, a partir do seu bem-estar físico, mental, crescimento pessoal na empresa, interação com membros da equipe e líderes, além de outros fatores.

Dentro do RH, qualidade de vida no trabalho também é representada na sigla QVT, sendo um dos principais objetivos da empresa que deseja reduzir o absenteísmo e taxa de rotatividade.

Por isso, as empresas que têm essa preocupação com o quadro de funcionários devem promover ações de melhorias frequentes.

Assim, será possível entender se o ambiente proporciona aos colaboradores uma jornada saudável e que esteja de acordo com as expectativas do quadro de pessoal.

Importância da qualidade de vida no trabalho

Importância da qualidade de vida no trabalho

A QVT é importante pois é um dos principais fatores para manter a motivação e bem-estar dos funcionários na empresa, ajudando a reduzir situações como absenteísmo e alta taxa de rotatividade.

Também representa o quanto a organização se preocupa em proporcionar no dia a dia mais conforto físico e mental para que as equipes possam desempenhar suas atividades da melhor forma.

Além de promover melhorias no ambiente, para uma ergonomia no trabalho adequada, as empresas também devem prestar atenção aos fatores que podem desencadear estresse ocupacional, tensão e ansiedade. 

Qualidade de vida no trabalho: conheça as vantagens

Aumentar a qualidade de vida no trabalho dos seus colaboradores traz vantagens não somente para o bem-estar dos funcionários, mas para a empresa como um todo.

Por meio de ações que visam aumentar a qualidade de vida dos trabalhadores, a empresa melhora índices como a retenção de talentos, a produtividade e consegue reduzir as taxas de absenteísmo e turnover.

Confira a seguir em mais detalhes as vantagens de apostar em QVT na sua empresa:

Retenção de talentos

Ao aplicar técnicas de QVT dentro da sua empresa, é possível aumentar a retenção de talentos dentro da sua empresa, afinal, funcionários mais felizes tendem a querer continuar na empresa por mais tempo.

Nesse sentido, o setor de RH pode utilizar metodologias, como o People Analytics, para fazer uma gestão melhor de pessoas e talentos orientada a partir de dados.

Hoje em dia, empresas e plataformas que lidam com essa questão são capazes de conceber parâmetros a partir dos dados, o que possibilita identificar diversos problemas e criar soluções para aumentar a retenção de talentos.

Redução da taxa de turnover

Cuidar da saúde e da qualidade de vida dos seus funcionários é um fator essencial se uma empresa quer reduzir a taxa de turnover (também chamada de taxa de rotatividade).

As empresas que costumam demitir e contratar vários funcionários todos os dias sem um motivo consistente não estão cumprindo o seu papel de gerenciamento de pessoas, tampouco de talentos, da maneira correta.

Isso revela uma debilidade na qualidade de vida dos colaboradores e deixa o quadro de funcionários mais ansioso e, consequentemente, menos produtivo.

Por isso, a gestão de competências, benefícios, a promoção à saúde e ao bem-estar, assim como uma boa comunicação e cultura organizacional, são maneiras de reduzir a taxa de turnover e manter os funcionários na empresa por mais tempo.

Aumento da produtividade

Uma produtividade baixa ou falta de engajamento por parte da equipe pode acontecer por diversos motivos, sendo que um dos principais é a ansiedade.

Por conta da pressão que o trabalho exige, seja devido a falta de gestão dos processos organizacionais ou das expectativas dos funcionários dentro da empresa, acabam influenciando muito nesse aspecto.

É preciso que os gestores entendam que a produtividade de um colaborador não depende exclusivamente dele.

Na verdade, a empresa precisa promover tudo que ele necessita para concluir suas tarefas sem que a sua saúde física e mental saia prejudicada.

É fundamental não forçar os funcionários além dos limites e das necessidades biológicas e físicas, pois isso pode acarretar até mesmo em casos de burnout.

Respeitar todos esses fatores e melhorar a cultura organizacional da empresa, portanto, ajuda os funcionários a se sentirem mais seguros dentro da empresa, o que acaba contribuindo diretamente para a sua produtividade.

Crescimento dos profissionais dentro da empresa

Por fim, uma das principais vantagens do QVT é que, com o passar do tempo, será possível ver um crescimento dos profissionais dentro da empresa.

Através das iniciativas que visam aumentar a qualidade de vida no trabalho, é possível qualificar os seus colaboradores ainda mais para o mercado de trabalho, criando profissionais produtivos e felizes no desempenho de suas funções.

Nesse sentido, pode até ser que um funcionário ou outro acabe crescendo demais e saia da empresa para alçar voos mais altos.

Contudo, isso não deve ser encarado como algo ruim. Se você garantir que ele teve uma boa experiência na empresa, ele vai sair de lá fazendo propaganda do lugar e incentivando outras pessoas a buscar uma experiência profissional no local que o ajudou a crescer.

Quais fatores colaboram para a qualidade de vida no trabalho?

Quais fatores colaboram para a qualidade de vida no trabalho

Existem diversos fatores que colaboram para um aumento na qualidade de vida no trabalho. 

Confira a seguir os principais:

  • liberdade criativa e autonomia;
  • satisfação com a função;
  • plano de cargos e salários;
  • ergonomia no trabalho;
  • oportunidades de crescimento;
  • remuneração justa e adequada;
  • reconhecimento pelo trabalho bem feito;
  • feedback sobre as atividades desenvolvidas;
  • benefícios concedidos;
  • oportunidades de desenvolvimento pessoal;
  • igualdade de oportunidades;
  • liberdade para tomar decisões;
  • horizontalidade nas relações;
  • jornada flexível ou oportunidade de trabalho remoto;
  • oportunidade de fazer sugestões.

Quais as principais consequências de um ambiente de trabalho hostil?

Um ambiente de trabalho hostil e com altos níveis de estresse pode adoecer os colaboradores física e mentalmente.

Para se ter uma noção do impacto que uma jornada de trabalho desgastante pode ter na vida das pessoas, basta olhar para alguns índices que mostram o nível de satisfação dos brasileiros no trabalho.

Segundo uma pesquisa feita pela empresa Sodexo, somente 54% da população empregada está realmente satisfeita com seu trabalho.

Ou seja, quase metade dos trabalhadores se sentem neutros ou possuem uma opinião negativa sobre a função desempenhada ou empresa em que estão inseridos.

Se considerarmos o tempo total em que passamos dedicados ao trabalho, teremos uma enorme parcela do dia.

Por isso, é impossível negar a relação, positiva ou negativa, que o trabalho pode ter na rotina das pessoas.

De modo geral, os fatores de um ambiente de trabalho podem levar as pessoas a terem sintomas de estresse ocupacional, ansiedade, depressão e esgotamento mental que pode se agravar para um quadro de Síndrome de Burnout.

Além dos efeitos na saúde mental, um trabalho sem estrutura confortável e sem ações para promover a melhor ergonomia do trabalho pode causar problemas como dores crônicas e Lesões por Esforços Repetitivos (LER).

Como medir a qualidade de vida dos colaboradores?

Embora a qualidade de vida no trabalho pareça algo muito abstrato de se medir, é possível utilizar diversas ferramentas e metodologias para entender se os funcionários estão satisfeitos, motivados e se o ambiente de trabalho está oferecendo a estrutura adequada para o desempenho das atividades.

Uma das opções mais utilizadas é a pesquisa de clima organizacional, que pode ser feita através de soluções de softwares de gestão e controle de jornada, como da iFractal.

Além desse recurso, é possível utilizar os feedbacks individuais para conversar com os funcionários sobre como está sua motivação e bem-estar na empresa, é possível calcular a taxa de rotatividade, absenteísmo e até mesmo a produtividade e participação dos oclaboradores nas atividades.

Quer investir em tecnologia? Faça o controle de ponto online com o ifPonto

Conclusão

Se uma empresa deseja manter os funcionários motivados e felizes dentro da organização, o RH precisa focar na qualidade de vida no trabalho.

Sem essa preocupação com o bem-estar, conforto, saúde física e mental dos funcionários, além de ter uma alta taxa de rotatividade, a empresa terá ainda mais dificuldades na hora de recrutar novos talentos, de manter a equipe produtiva e motivada.

Existem várias formas de promover a qualidade de vida no trabalho. Além do plano de cargos e salários, benefícios, estrutura do escritório, também é importante aliviar os fatores de estresse, ficar atento à realização de muitas horas extras e ao clima organizacional.

É importante que conflitos sejam identificados e resolvidos o mais breve possível, para manter o ambiente de trabalho saudável para todos envolvidos.

E, agora que você já viu como ter uma boa qualidade de vida no trabalho, que tal continuar a leitura sobre como conseguir a assiduidade dos colaboradores?

1
  Posts Relacionados
  • No related posts found.