Entenda a importância da Medicina do Trabalho para a saúde e o bem-estar dos colaboradores

Posted by:

Sabe todas as ações para promover um ambiente profissional seguro, garantir o bem-estar do colaborador e assegurar suporte em casos de doença? Isso faz parte de uma área chamada medicina do trabalho.

Essa especialidade busca preservar a saúde física e mental do trabalhador, além de auxiliar as empresas no cumprimento das normas previstas na legislação brasileira. 

Com essas informações, já conseguimos entender um pouco da importância dessa área para as organizações, certo? Mas ela vai além disso e traz inúmeros benefícios para gestores e colaboradores.

Neste conteúdo, você confere os principais objetivos dessa especialidade, além de conhecer os profissionais da área e as vantagens de contar com eles no quadro da empresa. 

Aproveite a leitura!

Leia também: Licença nojo: o que é, direitos e como solicitar

O que é medicina do trabalho?

o que é medicina do trabalho?

A medicina do trabalho, também conhecida como medicina ocupacional, é a especialidade responsável pela prevenção de doenças e controle de riscos no ambiente profissional.

Essa área engloba desde os cuidados com a saúde dos colaboradores, relacionados ao espaço profissional, até a prática de ações preventivas para combater os acidentes no ambiente de trabalho.

Além de garantir a qualidade de vida da equipe, esses cuidados também contribuem para que a empresa mantenha a regularidade perante às leis trabalhistas.

Na prática, a medicina ocupacional segue normas estabelecidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego, que prevê a obrigatoriedade desse setor nas organizações.

O artigo 168 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) , por exemplo, determina a necessidade de avaliações médicas na admissão e no desligamento de colaboradores. 

Medicina do trabalho: principais objetivos

O principal objetivo da medicina do trabalho é preservar a saúde do colaborador, promovendo qualidade de vida no ambiente profissional e garantindo suporte em casos de doenças ocupacionais, como:

  • DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho); 
  • LER (Lesão por Esforço Repetitivo);
  • problemas de visão;
  • estresse;
  • surdez.

Para garantir a saúde e o bem-estar do trabalhador, essa área da medicina atua na gestão de riscos, no tratamento e, principalmente, na prevenção de problemas que comprometem a integridade física e mental dos colaboradores.

Dentro deste contexto, listamos os principais objetivos da medicina ocupacional no dia a dia de uma empresa. Confira quais são eles a seguir. 

Prevenção de acidentes de trabalho

A medicina do trabalho atua diretamente na prevenção de acidentes no ambiente laboral, desenvolvendo o controle de riscos no local e auxiliando no cumprimento das normas de segurança.

Neste ponto, vale destacar a importância do uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), cuidado obrigatório previsto na NR 6.

Além dessa determinação, é possível encontrar normas de segurança específicas para algumas áreas profissionais, como indústrias. 

Todas elas têm a função de estabelecer um ambiente de trabalho seguro para os colaboradores no dia a dia.  

Qualidade de vida do trabalhador

Outro objetivo da medicina ocupacional é proporcionar qualidade de vida ao colaborador, assegurando o seu bem-estar durante a jornada de trabalho.

Para que isso seja possível, os profissionais da área atuam tanto na garantia da segurança, quanto no desenvolvimento de planos de ação para prevenir doenças ocupacionais.

Esses cuidados refletem diretamente na motivação da equipe, contribuindo para a criação de uma cultura organizacional agradável e, consequentemente, para a produtividade da empresa.

Na prática, todas as condutas adotadas para essa finalidade tem papel fundamental na qualidade de vida do trabalhador não apenas dentro do ambiente laboral, mas também na vida pessoal.

Manutenção da saúde física e mental do colaborador

Além de prezar pela saúde física, a medicina do trabalho também cuida da saúde mental dos trabalhadores, ação cada vez mais essencial no ambiente profissional.

Para se ter uma ideia, a pesquisa “Estresse e Síndrome de Burnout nas empresas”, realizada pela Runrun.it, mostrou que 61% dos colaboradores entrevistados relataram o sentimento de esgotamento físico e emocional após o fim do expediente.

principais objetivos da medicina do trabalho

Essa é uma das características do Burnout, síndrome psicológica causada pela sobrecarga no trabalho, que pode até levar à depressão profunda em casos mais graves.

Dentro desse cenário, a preocupação com a saúde mental dos colaboradores tem se tornado cada vez maior entre as organizações.

Por isso, é comum observar ações voltadas para a prevenção dessa sobrecarga, assim como para a motivação da equipe. 

Garantir o cumprimento das leis trabalhistas

Como falamos, existem normas trabalhistas que permeiam a medicina do trabalho. Sendo assim, é importante ter profissionais especializados para manter a conformidade com as leis.

Neste contexto, a medicina ocupacional também auxilia a empresa a cumprir os seguintes pontos previstos pela legislação brasileira:

  • conscientização dos colaboradores sobre as normas de segurança e uso de EPIs;
  • aplicação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional;
  • gerenciamento dos exames médicos obrigatórios.

Além de exames obrigatórios, como o admissional, o demissional e o de retorno ao trabalho após afastamento, a empresa também pode estabelecer avaliações complementares, como:

  • espirometria;
  • audiometria;
  • glicemia.

Quais profissionais atuam na medicina do trabalho?

A área da saúde responsável por cuidar do bem-estar dos colaboradores conta com profissionais especializados, que podem compor o quadro de funcionários da empresa.

Conheça a seguir quais são os principais profissionais da medicina do trabalho e saiba a função de cada um deles.

Médico do Trabalho 

Esse profissional possui especialização em medicina do trabalho e é o principal encarregado pela área dentro da instituição.

Veja algumas funções desenvolvidas pelo médico do trabalho:

  • encaminhamento de pacientes para tratamento;
  • acompanhamento de tratamentos;
  • realização de exames;
  • atendimento médico.

Enfermeiros do Trabalho

Os enfermeiros são responsáveis por cuidar do ambulatório, espaço normalmente disponibilizado em grandes empresas.

Esses profissionais auxiliam os médicos no gerenciamento dos atendimentos e no controle das medidas preventivas. 

Técnico de Segurança do Trabalho

O técnico de segurança vai fiscalizar as condições do ambiente de trabalho quanto à periculosidade e medidas de higiene. 

Ele é o responsável por identificar problemas que possam comprometer a integridade física do colaborador. 

Além de promover a conscientização, o profissional também inspeciona o local de trabalho e os equipamentos para eliminar riscos de acidentes. 

Auxiliares de Enfermagem do Trabalho

Os auxiliares de enfermagem atuam sob a supervisão do enfermeiro e fornecem todo o suporte necessário no atendimento do paciente.

Eles também participam do desenvolvimento e da implantação de ações preventivas, além de contribuírem para as atividades voltadas ao bem-estar dos colaboradores.

Além deles, a empresa ainda pode contar com outros profissionais da área da saúde, como psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas, complementando os cuidados no ambiente de trabalho.

Qual a importância de ter estes profissionais no quadro de colaboradores?

Contar com profissionais da área de medicina ocupacional no quadro da empresa é um passo importante para a preservação da saúde dos colaboradores.

Muito além de garantir a regularidade perante à lei, os cuidados promovidos por essa especialidade trazem benefícios para a gestão da empresa de maneira geral.

Lembra quando falamos que um dos objetivos da saúde ocupacional é proporcionar qualidade de vida aos trabalhadores? 

qual é a importância dos profissionais da medicina do trabalho?

Um colaborador com qualidade de vida é um colaborador motivado, o que reflete na produtividade e até mesmo no ambiente da empresa como um todo. 

Ao promover ações preventivas para combater doenças ocupacionais, sejam elas físicas ou mentais, também é possível observar uma queda no nível de absenteísmo, já que as enfermidades são a principal causa para faltas no trabalho.

Clínica de medicina do trabalho: como acontece essa parceria?

Antes de entendermos a relação entre as clínicas e a medicina ocupacional nas empresas, é importante explicar o que são esses locais.

As clínicas de medicina do trabalho são espaços destinados especificamente para a promoção da saúde dos colaboradores e podem atuar como parceiras das instituições nesta área.

Investir na construção de um espaço voltado para a saúde ocupacional no ambiente de trabalho nem sempre é a melhor opção para a empresa.

Principalmente para organizações de pequeno porte e com poucos funcionários, contar com uma clínica parceira é uma forma de reduzir custos e otimizar o controle desses cuidados. 

Na prática, a clínica atende os colaboradores encaminhados pela empresa, fornecendo os mais diversos tipos de serviço.

Confira alguns dos atendimentos disponibilizados:

  • pedidos e aplicação de exames admissionais, demissionais e periódicos;
  • acompanhamento de doenças vinculadas à atividade profissional;
  • atendimentos à queixas de saúde durante o horário de trabalho;
  • realização de curativos e primeiros socorros.

Além desses cuidados, os profissionais da clínica também atuam em parceria com o time de RH, instruindo a equipe sobre ações preventivas e outros cuidados com a saúde física e mental dos colaboradores.

Faça o controle de ponto online com o ifPonto para evitar a sobrecarga e garantir a saúde dos colaboradores.

Conclusão

Como vimos neste artigo, a medicina do trabalho tem papel fundamental na qualidade de vida e na preservação da saúde dentro do ambiente profissional.

Além de garantir boas condições de trabalho e buscar a prevenção de doenças ocupacionais, essa especialidade também preza pela segurança e pelo bem-estar.

Ao longo deste conteúdo, você conheceu os principais profissionais da área e entendeu como as clínicas especializadas em medicina ocupacional auxiliam as empresas com esses cuidados.

Para finalizar, vale destacar a importância de uma boa gestão de pessoas para garantir a saúde e a qualidade de vida de toda a equipe.

Aqui no blog da iFractal você encontra artigos com dicas especiais para otimizar a gestão da sua empresa, aproveite para conferir!

 

0
  Posts Relacionados
  • No related posts found.