Blog

Como deve ser a volta segura para o espaço de trabalho?

Posted by:

A retomada ao trabalho presencial é uma das grandes preocupações do RH e dos funcionários. De acordo com Maria Paula Zajar, senior product manager LAC da Herman Miller, a maior preocupação dos gestores é como oferecer uma volta segura aos colaboradores nos espaços de trabalho com saúde física e mental.

“A segurança é uma necessidade humana e influencia diretamente no bem-estar de cada um dos indivíduos’’, afirma. Para que o retorno seja realizado de forma segura é importante o planejamento de novos hábitos, adaptações de ambientes e atividades.

Geraldson Pinheiro, gerente de operações em limpeza do Grupo Albatroz. Alerta que, é fundamental que o ambiente corporativo seja higienizado de acordo com dias e horários de picos.

“É recomendável que a limpeza do elevador seja feita em intervalos de 30 minutos. Assim como, nos locais com o maior número de circulação de funcionários”, explica.

Para um retorno rápido, no ponto de vista da Herman Miller, as empresas poderiam adotar medidas como: implementação de horários flexíveis, higienização, tanto individual quanto dos espaços, intensa e contínua, barreiras físicas, como partições, caso necessário, utilização de tecnologia para reuniões e obrigatoriedade do uso de máscaras.

A empresa também aconselha minimizar o número de toques em superfícies através de tecnologias, além da melhora da qualidade do ar e ventilação.

Aplicativo de ponto sem necessidade de toques

No caso da marcação de ponto, a iFractal recomenda o aplicativo ifPonto Tab para registro do ponto sem toques. Com essa tecnologia, a marcação do ponto é feita por meio de um aplicativo que ativa a câmera do aparelho e realiza o reconhecimento facial do colaborador.

Logo em seguida, o aplicativo valida o registro. Então, basta, apenas, que o funcionário fique em frente ao aparelho, que pode ser fixado na parede. Como não há necessidade de toques na tela, essa é uma das formas mais higiênicas para marcação do ponto e que minimiza a disseminação de vírus e possibilita uma volta segura para os funcionários. 

 


Este conteúdo foi desenvolvido pelo núcleo de comunicação da iFractal, com base na experiência, informações e pesquisas nas áreas de Recursos Humanos e Tecnologia da Informação, sob a supervisão editorial de Caio Carraro Gomes da Costa. O compartilhamento deste conteúdo é livre, desde que citada a fonte e que não seja alterado, manipulado ou reeditado. As opiniões das entrevistas são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a posição da iFractal.

0
  Posts Relacionados